Redação

“Realidade Carcerária”: TV Aparecida denuncia situação precária do sistema prisional no Brasil em documentário inédito

“Realidade Carcerária”: TV Aparecida denuncia situação precária do sistema prisional no Brasil em documentário inédito
Por Andreh Ponttez Gomez






A TV Aparecida exibe no próximo domingo (06), às 19h30, imagens surpreendentes da realidade carcerária no Brasil. A equipe de jornalismo da emissora viajou pelos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraíba, Goiás e Pará durante quase 3 meses para conhecer de perto o sistema prisional e os vários problemas que colocam o país em umas das primeiras posições do ranking mundial, com mais de 700 mil presos.
O jornalista Eduardo Miranda que visitou várias unidades prisionais, garante que o número de presos chega a ser na média nacional duas vezes maior do que a capacidade. “Ouvimos relatos de detentos, que denunciam violações aos direitos humanos, como tortura, falta de assistência à saúde, maus tratos, superlotação, racionamento de água e confinamento (castigo). Outro problema é a presenças de facções inimigas em um mesmo lugar e a falta de higiene”, destaca.
No documentário, Miranda conversa com os próprios presos, familiares, diretores das unidades, autoridades do Poder Judiciário, como juízes de execução penal e desembargadores, Ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, o ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, representantes da Pastoral Carcerária, na coordenação nacional e nos Estados visitados pela equipe.
O documentário, além de denunciar a atual situação carcerária, mostra histórias de ex-detentos e como é quando voltam à sociedade, demonstrando suas principais dificuldades. “Vamos exibir exemplos de dois egressos do sistema, no caso, Lincoln, de Florianópolis e Juscelino, de Joinville, no estado de Santa Catarina, que suportaram as atrocidades do cárcere e hoje deram um novo rumo à vida”, conclui Eduardo Miranda.
O documentário que será exibido no dia 6 de novembro, data do “Jubileu dos Encarcerados”, proclamado pelo Papa Francisco, terá continuidade no dia 20 de novembro com o especial “Um Mundo sem Cárcere”, para marcar o encerramento do “Ano da Misericórdia”, também definido pelo líder da Igreja Católica. 
A segunda reportagem destaca o encarceramento feminino, as medidas em discussão nas três esferas de Poder para tentar solucionar os vários problemas do sistema prisional, o trabalho da Pastoral Carcerária e o perdão como o caminho de volta para a sociedade. 
Serviço: “Realidade Carcerária 
Gênero: Documentário
Exibição: 06/11, às 19h30
Direção e Produção: Jornalismo TV Aparecida
Sobre a Rede Aparecida: 
A TV APARECIDA está entre as 14 maiores emissoras de televisão do Brasil, em abrangência, segundo a ANATEL, e é a 7ª emissora de TV aberta mais assistida no país, de acordo com os dados consolidados de audiência no Painel Nacional de Televisão (PNT) – (fonte: coluna Ricardo Feltrin / UOL). 
Seu sinal está disponível para todo o país pela antena parabólica. Pelo canal aberto, pode ser sintonizada em 22 estados, 20 capitais e mais de 300 municípios, cobrindo cerca de 70 milhões de pessoas. Está disponível nas principais capitais do Brasil pelo sinal digital e nas TVs por assinatura. 
Quer saber tudo sobre televisão e famosos?
Acesse o canal no Youtube:
https://www.youtube.com/user/Alvoradadobrasil
Instagram:@andrehponttezgomez
E-mail:andrehgomez@gmail.com

Andreh Ponttez Gomez, é ator, blogueiro e jornalista por vocação. Participou de mais de 300 programas de TV, nas principais emissoras do país. É Youtuber, responsável pelo canal Alvorada do Brasil.

Anddreh Ponttez

Anddreh Ponttez é ator, jornalista por vocação, escreve sobre famosos e televisão desde 2011.Escreveu para diversos veículos de comunicação e hoje comanda o site Coluna da TV.Em 2017 estreou como colunista de TV e famosos dos programas A Tarde é Show e do Programa Lucimara Parisi, na Rede Brasil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: