Famosos

Roberta Close relembra constrangimento ao se alistar para o exército

Nesta segunda-feira (5), a atriz e ex-modelo Roberta Close participou ao vivo do “SuperPop”, apresentado por Luciana Gimenez. Musa na década de 1980, ela falou sobre as dificuldades que enfrentou na pessoal e profissional e como lidou com o preconceito durante todos esses anos. Roberta lembrou de quando ainda morava com sua família e seu pai dizia aos amigos que ela era a empregada da casa. “Ele não gostava da minha situação e se sentia envergonhado. Naquela época era difícil de explicar para as pessoas a situação. Meus pais sofreram muito“, disse.

Batizada como Luiz Roberto Gambine Moreira, Roberta contou que sofreu para conseguir mudar de nome, mesmo não tendo sido a primeira a fazer a solicitação. “Marcou muito. Foi uma coisa que só me torturou”. Além disso, ela também relembrou quando completou 18 anos e precisou de alistar para o Exército. Embora já fosse “totalmente mulher”, se sentiu desconfortável com a situação: “Cheguei e me perguntaram o que eu tinha ido fazer lá. Fiquei dentro de uma sala e vieram para fazer o exame. Quando comecei a tirei a roupa, o homem ficou um pouco constrangido e me pediu pra parar, disse que já sabia do que se tratava. Uma pena, pois adoraria servir ao Exército“, revelou.

Atualmente morando na Suíça com o marido, Roberta disse que não sumiu da mídia, sua vida “apenas mudou”. “Fui viver em outro país, me acostumei bastante e gosto muito“. A convidada contou que recebeu um convite para produzir um musical contando a sua vida e demonstrou interesse pela ideia.

Ao comentar sobre a cirurgia de mudança de sexo, ela revela que não teve apoio de ninguém, tanto financeiro quanto psicológico, e revelou que o procedimento foi feito na Inglaterra, com um médico que já morreu. “Sempre custeei todas as minhas ideias e vontades. Fui até lá, fiz as entrevistas com ele [especialista] e deu tudo certo“. Luciana pergunta como ela lidou com a dor física da operação, e Roberta afirma: “A dor era mais na alma, de estar ali passando por aquela situação sem ninguém comigo. Aquilo sim doeu“.

A ex-modelo disse ainda, durante o bate-papo, que, ao contrário do que muitos pensam, ela nunca quis ser mãe: “Nunca tive vocação para a maternidade. Educar é muito complicado”, disparou ao afirmar que levava umas “palmadas de seus pais“.

Com apresentação de Luciana Gimenez e direção de Rafael Venturini, o SuperPop vai ao ar às segundas e quartas-feiras, às 22h30, pela RedeTV!

Créditos/Fotos: Divulgação/RedeTV!

Anddreh Ponttez

Anddreh Ponttez é ator, jornalista por vocação, escreve sobre famosos e televisão desde 2011.Escreveu para diversos veículos de comunicação e hoje comanda o site Coluna da TV.Em 2017 estreou como colunista de TV e famosos dos programas A Tarde é Show e do Programa Lucimara Parisi, na Rede Brasil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: