DestaqueNotíciasRedação

Elba Ramalho canta na celebração dos 90 anos de proclamação da Padroeira do Brasil

No próximo 31 de maio será comemorado os 90 anos da proclamação de Nossa Senhora da Conceição Aparecida como Padroeira do Brasil. Neste dia, em 1931, uma belíssima celebração aconteceu no Rio de Janeiro. Agora, essa passagem vai ser rememorada na mesma cidade com dois grandes eventos: uma missa e um concerto, que terá a participação da cantora Elba Ramalho. Tudo com transmissão especial da TV Aparecida, na segunda-feira (31/05), a partir das 18h.

O palco escolhido para o evento, com apoio da Arquidiocese do Rio de Janeiro, é a igreja São Francisco de Paula, mesmo local da cerimônia de proclamação da Padroeira, ocorrida há nove décadas.

Além da Santa Missa, presidida pelo Arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Dom Orani João Tempesta, às 18h, a programação festiva inclui o Concerto da Padroeira, realizado pela Orquestra ASMB (Ação Social pela Música no Brasil), às 19h30, e que terá a participação especial da cantora Elba Ramalho.

Para a cobertura, uma equipe da TV Aparecida — em uma unidade móvel — estará no Rio de Janeiro. O diretor de programação da emissora, Irmão Alan Patrick Zuccherato, que é Missionário Redentorista, e a jornalista Camila Morais participam da transmissão televisiva.

História da Proclamação da Padroeira do Brasil

Em Aparecida (SP), no ano de 1929, por ocasião das comemorações do jubileu de prata da coroação da imagem (1904), surgiu o desejo de solicitar ao Papa Pio XI, que declarasse Nossa Senhora da Conceição Aparecida, então Rainha, a Padroeira do Brasil. Foi o Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, o Cardeal Dom Sebastião Leme da Silveira Cintra, quem enviou a solicitação, acolhida pelo Romano Pontífice em 16 de julho de 1930, com a missiva contendo os seguintes dizeres:

“Constituímos e declaramos a Beatíssima Virgem Maria, concebida sem mancha, conhecida sob o título de ‘Aparecida’ Padroeira principal de todo o Brasil diante de Deus”.

Até aquele momento, o padroeiro do Brasil era São Pedro de Alcântara. Dom Pedro I havia solicitado, em 1826, ao Papa Leão XII, que proclamasse o santo espanhol como padroeiro do Brasil.

A Proclamação

A cerimônia do título de Nossa Senhora Aparecida como Padroeira do Brasil ocorreu no Rio de Janeiro, então capital do País, no dia 31 de maio de 1931. Na ocasião, houve a participação de cerca de um milhão de pessoas. Estiveram presentes no ato o então Presidente da República, Getúlio Vargas, seus ministros, e autoridades civis e militares.

A verdadeira imagem esteve presente na celebração, transportada em um trem de Aparecida (SP) ao Rio de Janeiro, num vagão devidamente preparado e decorado. Foi a primeira vez que a imagem saiu da cidade de Aparecida. A proclamação aconteceu na Praça da Esplanada do Castelo, região central da cidade, após missa campal em frente da igreja de São Francisco de Paula. Naquele dia solene e festivo, em seu discurso, o Cardeal Leme, ajoelhado aos pés da imagem, falou:

“Senhora Aparecida, o Brasil é vosso! Rainha do Brasil, abençoai a nossa gente! (…) Senhora Aparecida, o Brasil vos ama, o Brasil em vós confia! Senhora Aparecida, o Brasil vos aclama! Salve, Rainha!”

Roteiro dos eventos

Segunda-feira (31/05)

Local: igreja São Francisco de Paula

18h: Santa Missa

19h30: Concerto da Padroeira — Orquestra ASMB (Ação Social pela Música no Brasil). Participação especial de Elba Ramalho

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: