Conheça o balanço latino de J-Kun

1
Conhecido pelo nome artístico de “J-KUN
Foto:Divulgação

 

rectransfer
Anúncio publicitário.

Conhecido pelo nome artístico de “J-KUN”, o artista revela que desde que se entende por gente, sempre gostou de música!
Nascido Victor Jose Hayashi o jovem cantor e compositor, de ascendência japonesa, nasceu em Lima (Peru).
Aos oito anos de idade se mudou para a terra do sol nascente e aos 14, de volta ao Peru, pôde concluir os seus estudos.

Aos 15 anos formou sua primeira banda, cujo gênero musical era o punk rock. Ao longo de sua trajetória, J-KUN, revela que apesar de ter conhecido muita gente tem alguém que fez toda a diferença. Trata-se de seu grande amigo, a quem considera um irmão, José Safra (que atualmente é seu produtor musical).

Mesmo dando início a sua jornada artística muito cedo, foi de três anos pra cá, que o músico decidiu se engajar com seu projeto de vida e viver intensamente a personificação de seu halter ego “J-kun”. De lá pra cá ele revela que vem trabalhando muito ao escrever suas próprias composições musicais falando de tudo aquilo que sente.  Seja amor, diversão, desilusões, absolutamente tudo!

J-Kun revela que seu sonho, é fazer com que sua música, chegue a todos os cantos e pessoas, ser reconhecido na indústria do entretenimento, mesmo considerando se tratar de algo difícil (mas  não impossível). E o talentoso nipo-latino, nos conta que há cerca de 7 meses atrás assinou seus primeiro contrato com uma gravadora, a “Black Llama Recors”, sediada em Miami (EUA).

Junto ao selo teve a oportunidade de lançar seu primeiro single “Eu não quero me casar” e celebra a boa aceitação da canção, junto à comunidade latina no Japão, onde voltou a residir já há algum tempo. E as perspectivas não param por aí pois junto ao time da gravadora, encontra-se planejado, o lançamento de seu segundo single “Qusiera”, previsto para 15 de julho.
Dentre suas influências musicais está o funk, já que no Japão fez muitos amigos  Brasileiros que lhe apresentaram a inconfundível batida: “Realmente gosto demais da sonoridade do ritmo e gostaria, de ter a oportunidade de conhecer o Brasil e quem sabe produzir algumas músicas por lá!”, finaliza.

Siga o Coluna da TV nas redes sociais:

Facebook:https://www.facebook.com/ColunaDaTV/

Instagram:http://instagram.com/colunadatv

Veja também:

Musa do Carnaval, Nanda Guimarães, relembra trajetória e fala de seus novos projetos

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.