Rick e Renner estão no júri da semi-final do Revelações Brasil, na TV Aparecida

0
Rick e Renner Juan Ribeiro/Divulgação

Rick e Renner entram na bancada do júri do “Revelações Brasil”, da TV Aparecida. A dupla substituirá Frank Aguiar na cadeira rotativa da semifinal do reality musical nesta quarta-feira (16/06), às 20h. O programa, que estreou em abril, é apresentado por Amanda Françozo e tem no elenco fixo de jurados a cantora Adryana Ribeiro e o maestro Rodrigo Costa.

Na semifinal, oito candidatos farão performances artísticas e, dentre eles, serão escolhidos os quatro finalistas do programa. O último episódio da temporada será exibido no dia 23 de junho, ao vivo, direto do auditório da emissora, em Aparecida (SP), e será escolhida a nova voz do Brasil.

Renner fala da dificuldade e responsabilidade de julgar os candidatos nessa etapa das apresentações do programa:

“Para nós, a responsabilidade é muito grande. (…). Espero que a gente seja feliz, que a gente possa eleger, dar nosso voto a pessoa merecida. Mas vai ser difícil, pois é a semifinal”.

E Rick comenta a importância do Revelações Brasil como oportunidade para os novos talentos:

“É um programa super interessante, porque dá essa oportunidade de aparecer novos talentos. A apresentação é incrível porque é da nossa querida Amanda Françozo, além dos jurados, que são muito bons, com Rodrigo (Costa) e Adryana (Ribeiro), e a gente vai estar fazendo parte desse time. Então, é muito bom! Estamos muito felizes por estarmos aqui, e a gente espera contribuir da melhor forma possível”.

Sobre o critério para a escolha dos participantes, Renner explica que será bem técnico:

“Vamos nos basear nos termos mais técnicos, como afinação. A emoção, pois a gente procura sempre interpretar as nossas canções com a alma. Eu acho que o cantor, em primeiro lugar, além do talento, deve buscar essa interpretação, cantar com a alma e que ele transmita isso. Então, vamos procurar isso nesses calouros”.

E Rick complementa o raciocínio do parceiro sobre o seu critério de seleção:

“Acho que cantar é um conjunto de coisas, não é simplesmente abrir a boca e emitir o som. Tem que interpretar, como você falou, tem que procurar passar emoção, mas tem também aquela coisa da performance. É um conjunto de coisas para o que se propõe. E é isso que a gente vai estar julgando no geral. Lógico que essa questão de afinação é muito importante, mas esse conjunto de coisas é que no final vai fazer a diferença”.

E Renner ainda ameniza o grau de avaliação:

“Tem aquela parte que o povo fica meio nervoso, aí tem que dar um desconto porque, às vezes, por ser uma semifinal fica tenso. Mas a gente vai ser bonzinho!”

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.