EntrevistasNotícias

“Trabalho Escravo” é tema do Aparecida Debate

O “Aparecida Debate” desta terça-feira (21/9), às 21h30, vai falar sobre o Trabalho Escravo. Uma dura e triste realidade que, infelizmente, o Brasil ainda enfrenta, 133 anos após ter sido abolido por lei. 

O programa da TV Aparecida vai mostrar que, na prática, esse tipo de exploração humana nunca deixou de existir e os números comprovam isso. Nos últimos 25 anos, quase 56 mil pessoas em situação análoga à escravidão foram libertadas em todo o País. Isso, graças às leis e políticas públicas que visam combater essa exploração e violência.  

A produção ainda traz a constatação de que, apesar de todo o esforço das autoridades e da própria Justiça, o trabalho escravo ainda representa uma grave violação aos direitos humanos e uma afronta à dignidade da pessoa humana. E a conclusão é de que a prática atinge a população mais vulnerável, na maioria negra, mantida às margens da nossa sociedade. 

Para debater o assunto, o programa, apresentado pelo jornalista Eduardo Miranda, contará com a participação de Eduardo Zanella, desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª região e presidente do Comitê para a erradicação do trabalho escravo contemporâneo, do tráfico de pessoas, da discriminação de gênero, raça, etnia e promoção de igualdade. Também é convidada Márcia Consolação Silva, socióloga e diretora executiva da ONG Inpacto, organização sem fins lucrativos, que mobiliza os diferentes setores na promoção do trabalho decente. A missão da ONG é promover a prevenção e erradicação do trabalho escravo nas cadeias produtivas de empresas nacionais e internacionais. 

Aparecida Debate, terça-feira, às 21h30 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: